A prótese de silicone interfere ou não na amamentação?

28/02/2018
  • foto
A amamentação é algo que gera muito dúvida nas futuras mães. E, aquelas que possuem a prótese de silicone ficam ainda mais receosas por medo de que a prótese irá atrapalhar a amamentar o bebê. O que acontece é que a presença da prótese em si, não irá determinar se ela vai dificultar a amamentação.
 
Normalmente, o que pode gerar uma dificuldade são aquelas cirurgias que ocorre uma ressecção do tecido mamário, “como na mastopexia - cirurgia de reposição da mama numa posição mais anatômica”, explica o cirurgião plástico Janes Depizzol.
 
A prótese de silicone pode ser posicionada atrás do músculo peitoral ou a frente dele (atrás da glândula mamária). A escolha do local e o formato do silicone varia de acordo com o que o paciente deseja. Em qualquer um dos dois procedimentos, a prótese em si não vai exercer qualquer influencia sob a produção do leite materno.
 
Depois da amamentação, é normal que a pele fique flácida – já que ela foi esticada por conta do aumento de volume dos seios e voltou ao normal. Por isso, é interessante fazer uma visita ao cirurgião plástico para que ele avalie o que será melhor.
 
“É possível que seja feita uma reestruturação da mama, com retirada de pele e outras táticas, ou simplesmente a colocação de um implante de silicone. É necessário, primeiro, avaliar a paciente para entender as necessidades de cada caso”, esclarece Depizzol.
<< Veja nossa lista completa de artigos