A cirurgia plástica e a fonte da juventude

02/08/2016
  • foto
Homens e mulheres tem buscado na cirurgia plástica uma maneira de evitar o envelhecimento e manter a beleza eterna. Evitar o envelhecimento não é possível, mas retardá-lo sim! É importante manter atividade física, alimentação saudável e cuidados com a pele. Mas, eis que chega o tempo em que fica difícil disfarçar as marcas do tempo, e, é neste momento que a cirurgia plástica pode contribuir para uma aparência mais jovial e promovendo um ganho na autoestima.

Um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, revelou que 87% das pessoas que se submeteram a algum tipo de operação estética sentiram-se mais confiantes e realizadas.

Segundo o cirurgião plástico Janes Depizzol com passar dos anos as marcas na pele se tornam mais evidentes, o que acaba causando insatisfação dos pacientes consigo mesmos.  “Esses pacientes devem ser estudados caso a caso para podermos individualizar e oferecer o tratamento mais adequado a cada pessoa, seja com procedimentos invasivos ou não.”

Procedimentos com uso de toxina botulínica (Botox®), ácido hialurônico, uso de lasers podem ajudar a manter a qualidade da pele e conter rugas, mas chegará o momento em que a flacidez de pele do rosto, do pescoço e das pálpebras não poderá mais ser Escondido, temos neste momento então as cirurgias de blefaroplastia (pálpebras), lifting cervical e facial para contornar estes problemas, onde realizamos o reposicionamento da musculatura e removemos o excesso de pele.

É muito importante que o paciente tenha espaço para expor suas expectativas e que o cirurgião pondere as limitações do resultado em cada caso para que não se gere falsas expectativas e frustações futuras.

É muito importante que fique claro para os pacientes que ir a um centro cirúrgico não é como ir a um salão de beleza. O procedimento realizado tem risco como em qualquer outra cirurgia das outras áreas de especialidade e o controle deste risco deve ser feito com uma boa avaliação pré-operatória, que inclui exames laboratoriais e radiológicos, avaliação cardiológica entre outras especialidades que possam ser necessárias e até mesmo a avaliação do perfil psicológico em casos especiais.
<< Veja nossa lista completa de artigos